#REFLEXÃO MINHA VISÃO SOBRE FEMINISMO




Sou cristã. Sim, antes de mais nada é importante esclarecer que não posso emitir nenhuma opinião sobre quaisquer assunto sem que haja de minha parte uma profunda reflexão, e alinhamento com a palavra de Deus. Na semana passada comemoramos o dia internacional da mulher. Para muitos um dia como outros, para muitas um dia que simboliza nossa luta, e para muitos um dia que denota uma competição sem necessidade com os homens.

Mas nem sempre foi assim, quando eu era criança, para  99% das mulheres comemorar um dia que homenageia nosso gênero/sexo , era simplesmente exaltar o que nós temos de diferentes. Vou te dá um exemplo: a gente recebia uma flor, um  poema, faziam enfeites cor de rosa. Hoje a melhor maneira de homenagear uma mulher, é fazendo um textão no facebook conscientizando ela do seu valor em todas as esferas da sociedade. Não vejo problema nesse último, nem no primeiro, acho que é muito importante que as mulheres saibam sim que precisam lutar por direitos iguais, porém acho que seja  fundamental entender que jamais seremos iguais. SOMOS diferentes, nossa natureza diz isso, mas essa diferença, não nos impede de vivermos de foma justa, e coerente.
Como eu disse no início do meu texto, minha visão pessoal sempre será respaldada nos valores bíblicos. Sabe qual é o maior valor bíblico? Amar, respeitar,lutar por um ideal, mas sem precisar fazer isso a força, mas na base do amor mesmo. Digo assim, porque não quero estar em nenhum dos lados, mas sim do equilíbrio. Mais PONDERAÇÃO meninas, minha gente! Chega de extremos. Os dois lados tem a nos ensinar.


Feminismo não é uma brincadeira, mas é uma luta justa e necessária para que mulheres e homens tenham os mesmos direitos. Porém o feminismo que não respeita que mulheres, e homens possui diferenças,e  dentro dessa luta precisa existir limites saudáveis, um feminismo assim não me representa. 

Acredito sinceramente que mulheres e homens são livres para escolher suas profissões, o que vestir, são livres e precisam ter os mesmos direitos de ir e vir. Porém dentro do contexto familiar, a submissão é o papel que cabe a mulher. SORRY, é assim que acredito.
Dentro da família, ah a família, o maior projeto de Deus, o desejo da mulher se submete ao desejo do marido acima de tudo, não é ser mandada, controlada, isso não é submissão, é opressão.
Todavia, faz se necessário dentro do contexto familiar, que um dos lados ceda mais, execute mais do que lidere, e esse papel cabe a mulher.

Eu não vejo problema nenhum nisso, não mesmo. Quando realmente se ama, é fácil se submeter aos desejos da pessoa amada. Vale a pena lutar por sua família, MULHERES e HOMENS.

MULHERES, continuem lutando por seus direitos! Somos todas #feministas 😗😉